Sopa de letrinhas: você sabe o que são os “C”s da sua empresa?

Para começar é importante saber que todos as siglas relacionadas a cargos que iniciem com “C” (CEO, CIO, CFO, etc) são de chiefs que também são conhecidos como diretores ou heads, ou seja, seu diretor pode não se intitular como um chief ou head, mas a sigla, no mercado, não deixa de representá-lo.

Consultando a internet peguei os termos mais populares e compartilho com você para que não fiquei boiando nessa sopa de letrinhas, e possa, quem sabe, se inspirar a ser um desses “C”s um dia 🙂

As nomenclaturas representam o chamado ‘nível C’ (do inglês C-Level ou C-Suite), devido à primeira letra destas siglas, que significa a palavra “chefe”. O significado completo é “Chief ______ Officer”, com o espaço em branco representando a área da empresa que a pessoa chefia.

CEO (Chief Executive Officer) – É a mais conhecida de todas. Trata-se do presidente-executivo ou diretor geral de uma empresa. Pode ser considerado também o ‘chefão’ de uma companhia, mas deve responder ao quadro de diretores. Alguns nomes consagrados que ocuparam este cargo foram Steve Jobs, hoje substituído por Tim Cook na Apple, e Steve Ballmer na Microsoft.

CFO (Chief Financial Officer) – Diretor financeiro. Comanda as finanças da empresa e controla as metas, objetivos e orçamentos. Cuidam dos investimentos, além de supervisionar o capital da companhia.

COO (Chief Operation Officer) – Diretor operacional. Espécie de braço direito do CEO, que coordena mais de perto as rotinas de uma companhia. Dependendo da empresa, pode até carregar o título de presidente.

CMO (Chief Marketing Officer) – Diretor de marketing. Como o nome já diz, responsável por comandar as ações de marketing de uma organização.

CPO (Chief Product Officer) – Diretor de produtos. Comanda as atividades relativas aos produtos da empresa, como a concepção, o projeto e sua produção.

CTO (Chief Technology Officer) – Diretor de tecnologia. Deve comandar a área de tecnologia de uma empresa ou Pesquisa e Desenvolvimento.

CIO (Chief Information Officer) – Diretor de TI. Responsável pela área de informática de uma empresa. A diferença entre o CTO e o CIO é que o primeiro desenvolve tecnologia para vendas, enquanto o segundo cria recursos para uso interno. Muitas empresas utilizam-se apenas do CIO em sua hierarquia.

CDO (Chief Data Officer) – Diretor de dados. É o encarregado de transformar bites em novos produtos, negócios e serviços.

Além destas, há ainda várias outras siglas que são menos utilizadas, mas também determinam cargos de alta importância. Algumas chegam até mesmo a se repetir para determinar posições distintas. Confira exemplos:

CAO (Chief Accounting Officer) – Diretor de contabilidade; CAO (Chief Academic Officer) – Diretor acadêmico, no comando de assuntos acadêmicos em uma instituição de ensino; CBO (Chief Brand Officer) – Diretor de marca; CBO (Chief Business Officer) – Diretor de negócios; CCO (Chief Communications Officer) – Diretor de comunicações; CCO (Chief Creative Officer) – Diretor criativo; CCO (Chief Content Officer) – Diretor de conteúdo; CDO (Chief Diversity Officer) – Diretor de diversidade. Responsável por ações de diversidade e inclusão social CDO (Chief Design Officer) – Diretor de design; CHRO (Chief Human Resources Officer) – Diretor de Recursos Humanos; CLO (Chief Legal Officer) – Diretor jurídico; CSO (Chief Science Officer) – Diretor científico. Responsável pela pesquisa e criação de novas tecnologias.

Espero que tenha curtido, compartilhe se achou útil e até a próxima 🙂

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo