Personal Map para construção de times mais entrosados!

No decorrer dos meus quase dez anos de carreira em gerenciamento de projetos, um dos problemas que mais me chamava a atenção, era a forma como a falta de entrosamento fazia com que times que poderiam ser extremamente competentes e bem-sucedido, entregassem resultados muito aquém do seu potencial.

Com a evolução das metodologias ágeis nos últimos anos, o surgimento de conceitos voltados a construção de times mais fortes e entrosados, me animou a testar diversas ferramentas nas equipes da qual fiz parte.

Existem diversas dinâmicas possíveis para desenvolver a união de uma equipe, e elas devem ser aplicadas conforme seu público, conhecer um pouco mais sobre as pessoas do time, ao menos ao facilitador das dinâmicas, é importante para saber qual modelo de atividade será de fato comprado por todos.

Dentre as ferramentas existentes, tenho um carinho especial pela personal map,  ela consiste na construção da vida pessoal e profissional da equipe pelos olhos dos outros, é rápida de ser executada, promove a comunicação entre o time, e permite que as pessoas se vejam como seres humanos, e não apenas como colegas de trabalho, algo que considero primordial no desenvolvimento e fortalecimento de um time.

O personal map não é a dinâmica mais completa para se utilizar em um team building, eu recomendo que ela seja uma das dinâmicas em uma série, e que seja inserida no meio de toda a execução (em breve vou ensinar a montar um evento completo para fortalecimento da equipe) , pois ela foca muito na interação entre os colaboradores do time e o entendimento do momento de vida e carreira individuais, mas não é a melhor no para auxiliar a identificar e assumir responsabilidades, evoluir o trabalho em equipe ou na solução de problemas em grupo, para esses itens, outras dinâmicas existentes devem ser aplicadas 😊

Personal Map

“O Personal Map é uma ferramenta do Management 3.0 embasada nas informações pessoais e que tem como objetivo diminuir a distância pessoal entre os membros do time. A ferramenta é bem simples, mas tem um efeito poderoso.

A ideia é construir um mapa mental com as informações pessoais de cada um, como família, educação, trabalho, hobbies, valores, amigos, objetivos, entre outros. Na imagem abaixo você pode conferir um exemplo dado pelo Jurgen Appelo, criador do Management 3.0.

01 - personal map

Geralmente, a forma como as pessoas constroem o Personal Map pode variar. É nessa hora que acho que vale a pena botar a criatividade para funcionar. Quanto mais as pessoas se envolvem na atividade, mais divertida e marcante ela fica.”

Como executar?

A execução é simples, você vai precisar de lápis de cor, lápis normal, canetinhas, papel e energia para animar a equipe durante a execução.

#1 Face Drawing

Divida o grupo em duplas, entregue folhas em branco para eles com opções de lápis e canetinhas coloridas, peça para que desenhem um círculo no meio do papel e em seguida desenhem a outra pessoa da dupla dentro de um timebox sugerido (sugiro 3 minutos).

Essa primeira iteração provoca muitas risadas e faz com que o time comece a entrar no clima.

#2 Começando o Mapa

Após o desenho do rosto, peça para a dupla trocar as folhas, cada um com sua respectiva caricatura agora poderá iniciar a construção do seu personal map, colocando as categorias (família, cidades, hobbies, música, características, etc) em desenhos ou escrita mesmo (lógico que no formato de mind map) e puxassem as primeiras intersecções de sua vida.

Aqui vale a regra de, ao final do timebox, todos largarem as canetinhas!

O timebox sugerido é de mais 3 minutos.

#3 Rodando

Após todos largarem suas canetas, peça para que passem a folha para esquerda. Dê um novo timebox (sugiro de 1 a 2 minutos dependendo do tamanho do grupo). Agora cada pessoa deverá continuar o mapa da outra.

Aqui vale ressaltar que as pessoas poderiam desde complementar o Face Drawing que estivesse em sua mão, a inserir novos itens, seja desenhando-os ou escrevendo ramificações para eles.

Outro ponto é deixar as pessoas a vontade para colocar tudo o que pensam que se relacione aquela pessoa do personal map, seja o gosto musical, a quantidade de filhos, hobbies, etc.

É preciso que todos entendam que neste momento o importante é deixar a mente fluir sobre tudo o que se sabe ou não sobre a pessoa em questão.

#4 Iteração

A etapa 3 é repetida até que cada um esteja com seu personal map em mãos.

#5 Apresentação

Após receberem seus mapas em mãos, peça para analisarem em dois minutos o que estão vendo e se preparem para apresentar aos demais na sequência respondendo no mínimo três perguntas:

  1. O que mais te surpreendeu?

  2. O que você sentiu ao ler o seu próprio mapa?

  3. Ficou muito diferente de como você se imaginava?

No final as apresentações sempre geram risadas, e uma maior integração entre o time, que começa a enxergar o colega como um “ser humano” com suas próprias características, hobbies, vida, etc.

Fora a surpresa em saber o quanto as pessoas conhecem umas sobre as outras, ou o que elas imaginam uma sobre as outras.

Conclusão

Construir times eficientes e que consigam trabalhar muito bem juntos é um grande desafio, ainda mais com o dinamismo existente nas empresas hoje em dia.

Porém ferramentas como está nos auxiliam a construir pontes entre as pessoas, buscando maior integração do dia, além de um auto reconhecimento entre os membros da equipe.

Se você aplicou essa dinâmica compartilha comigo nos comentários, como foi a reação da equipe, quais frutos conseguiu colher após a dinâmica, como fez para adaptá-la ao seu contexto?

Se tiver alguma outra dinâmica de team building peço que compartilhe também, adoro conhecer novos conceitos sobre a construção de equipes mais eficazes e fortes.

Um grande abraço e até a próxima!

#personalmap #teambuilding

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo